Pirelli se preocupa com o risco de frio durante a pré-temporada em Barcelona

Uma pré-temporada de 2019 com os mesmos . Esse é o novo grande medo da Pirelli, que vê risco de dias de frio, chuva e até mesmo neve voltarem a comprometer os testes da Fórmula 1 em Barcelona. A fábrica italiana acompanha com atenção o clima na Catalunha e já começa a temer uma recente queda nas temperaturas.

“Parecia primavera até o começo de janeiro em Barcelona, mas agora está muito mais frio”, disse Mario Isola, chefe da Pirelli na Fórmula 1. “Nós sabemos o que aconteceu ano passado e estamos preocupados. Esse ano nós vamos começar uma semana mais cedo do que ano passado, mas você nunca sabe. Já tivemos clima lindo no começo de fevereiro, mas também há vezes em que o inverno dura mais”, seguiu.
O clima ruim atrapalhou a pré-temporada de 2018 em Barcelona (Foto: Pirelli)
Em 2018, as equipes da F1 tiveram dificuldades para encontrar dias com clima favorável em Barcelona. Além das temperaturas baixas, que já seriam suficientes para comprometer a coleta de dados sobre os novos carros, a pista frequentemente era inutilizada – seja por chuva, seja por neve. O incômodo levou à possibilidade de a pré-temporada ser transferida para o Bahrein, com clima quente e seco. A mudança não foi adiante: a localização geográfica do país, distante das fábricas das equipes, pesou contra, causando lamento na Pirelli.

“Precisamos de um clima representativo. É um pouco diferente [em 2019] porque as equipes vão trabalhar no desenvolvimento de um carro novo. A prioridade é somar o maior número possível de quilômetros em um lugar razoavelmente próximo das fábricas das equipes, e é fácil mandar peças novas para Barcelona”, apontou Isola.

A pré-temporada da F1 começa em 18 de fevereiro. As equipes da categoria têm duas semanas de atividades em Barcelona antes do GP da Austrália, primeiro do ano, em 17 de março.